- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

InícioDistrito FederalSaúde esclarece dúvidas da população em podcast

Saúde esclarece dúvidas da população em podcast

Durante o Podcast Programa SuperaBrasília, da TVBrazil web, com Josiel Ferreira, no último sábado (11), a secretária de Saúde do Distrito Federal, Lucilene Florêncio, compartilhou um pouco de sua trajetória, iniciada em Caruaru, Pernambuco. Florêncio afirmou que seu foco é atender à população: “Se não estivermos trabalhando para a população, não conseguimos entregar o serviço e o cuidado de que precisamos.”

Durante a entrevista, a gestora da pasta respondeu diversas perguntas da população, incluindo a disponibilidade de médicos. Segundo Florêncio, a Secretaria de Saúde conta atualmente com 4.504 médicos, sendo 185 recém-empossados para atuar nos prontos-socorros. “Só em Ceilândia, foram destinados 21 clínicos; em Planaltina, 16; em Sobradinho, 18; e em Taguatinga, 19. Os médicos foram distribuídos nas unidades da capital com o objetivo de fortalecer as equipes do Sistema Único de Saúde (SUS).”

Fila de cirurgias, reformas e Mais Médicos foram alguns dos temas abordados no programa pela secretária Lucilene Florêncio | Foto: Divulgação/SES-DF

Além disso, foram contratados 100 especialistas em ginecologia e obstetrícia, 70 em pediatria, 32 em anestesiologia, entre outros. “Os médicos foram convocados em especialidades onde há maior déficit e uma demanda crescente da população”, explicou a secretária.

Em fevereiro, a SES acolheu cerca de 450 profissionais para o programa de residência médica, os quais vão atuar nos hospitais públicos nos próximos anos, visando à especialização em diversas áreas, além de reforçar o atendimento.

Esses profissionais se somam a outros 6.195 servidores da Secretaria de Saúde, nomeados desde 2019, dos quais 2.417 são médicos, equivalentes a 40% do efetivo total da pasta.

A pressão e o adoecimento dos profissionais de saúde também foram temas abordados por ela, que destacou a importância desse trabalho para a população e o suporte oferecido a ela. “Após dois anos vivendo em um contexto de pandemia, depois com epidemia de dengue e sazonalidades pediátricas estamos buscando saídas, para amenizar os efeitos do período vivenciado e promover mais bem-estar para esses profissionais”, aponta.

Ela ressaltou a parceria bem-sucedida com o BRB na entrega mensal de medicamentos. “É uma parceria que tem dado muito certo, entregamos mensalmente mais de 10 mil medicamentos. Além disso, contamos com três farmácias de alto custo, onde a população pode retirar os medicamentos localmente (Ceilândia, Asa Sul e Gama).”

Reformas nas unidades hospitalares

A população também perguntou sobre as reformas em andamento nas unidades hospitalares. Florêncio respondeu, assinalando a reforma do pronto socorro do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e a reforma das cozinhas e refeitórios, para garantir a segurança na preparação dos alimentos. “Planaltina, Hran e Ceilândia estão sendo reformados. Brazlândia está finalizado. O Hospital Regional de Taguatinga teve a área de oncologia ampliada e renovada, além do pronto-socorro de pediatria. São avanços e entregas que motivam e alegram as equipes.”

Além disso, foram realizadas obras no Centro de Atenção Materno Infantil (Cami), da Policlínica do Paranoá; na cozinha do Hospital da Região Leste (HRL) e do laboratório da região. Com isso, os pacientes terão mais conforto e celeridade nos atendimentos.

A pasta da Saúde conta ainda com contratos de manutenção predial para garantir reparos e adequações em 297 unidades em 2024, entre UBSs, hospitais, policlínicas, laboratórios e centros de atenção psicossocial, etc. Ao todo, a SES-DF administra cerca de 440 mil metros quadrados de área construída em toda a capital federal.

*Com informações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF)

Fonte: Agência Brasília

Comentários

Agência Brasília
Agência Brasíliahttps://www.agenciabrasilia.df.gov.br
Agência de notícias do governo de Brasília.

- PUBLICIDADE -

Últimas

Newslleter

- PUBLICIDADE -