- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

InícioDistrito FederalObras de pavimentação na DF-220 beneficiam escoamento agrícola

Obras de pavimentação na DF-220 beneficiam escoamento agrícola

A rodovia DF-220, em Brazlândia, está em obras. O Governo do Distrito Federal (GDF) investe cerca de R$ 27 milhões na pavimentação da via, que soma 16 km e faz ligação entre a BR-080 e a Estrada Parque Contorno (DF-001). Mais de 20 mil motoristas e produtores rurais serão beneficiados diariamente com a empreitada. A via terá duas faixas de rolamento, sendo uma em cada sentido, e acostamento dos dois lados.

“Os veículos que vêm do Tocantins, por exemplo, não precisarão mais passar pelo centro de Brasília. A DF-220 faz ligação com o eixo Norte-Oeste do país e é uma importante rota para o escoamento rural”
Cristiano Cavalcante, superintendente do DER-DF

Atualmente, máquinas e operários trabalham na terraplanagem de cerca de 3 km. A etapa prepara o terreno para os outros serviços – pavimentação, drenagem e sinalização horizontal e vertical. A obra é executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) e financiada pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). A previsão é que sejam gerados 150 empregos até a entrega da estrada.

O superintendente do DER, Cristiano Cavalcante, explica que, com a pavimentação, a rodovia será o melhor caminho para cortar o DF, reduzindo o fluxo de caminhões na Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia) e na Estrada Parque Ceilândia (DF-095), conhecida como Estrutural. “Os veículos que vêm do Tocantins, por exemplo, não precisarão mais passar pelo centro de Brasília. A DF-220 faz ligação com o eixo Norte-Oeste do país e é uma importante rota para o escoamento rural”, indica.

Mais de 20 mil motoristas e produtores rurais serão beneficiados diariamente com a pavimentação | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Considerada o cinturão agrícola do DF, Brazlândia reúne mais de 300 agricultores de morango e produz 98% das goiabas consumidas pelos brasilienses. Noventona, a cidade é a segunda mais antiga do DF e a terceira maior em relação à área. Além disso, é lar de mais de 55 mil pessoas.

“Estudos indicam que o escoamento da produção é perdido em cerca de 30% quando a via não está na situação adequada. Às vezes, é uma fruta que chega amassada ou uma folhagem que fica empoeirada, o que prejudica diretamente o abastecimento das cidades. Com a reforma da DF-220, teremos resultados já nas próximas safras”, avalia o administrador regional de Brazlândia, Marcelo Gonçalves.

Fernanda Gonzaga reside próximo à DF-220 e destaca que a pavimentação cessa uma série de problemas: “Já tinha muito tempo que os moradores lutavam por essa reforma”

Para a população que reside próximo à DF-220, a pavimentação cessa uma série de problemas. A auxiliar de produção Fernanda Gonzaga, 25 anos, conta que a obra era uma demanda antiga da comunidade. “Já tinha muito tempo que os moradores lutavam por essa reforma. No período de chuva, é muito complicado, por causa da lama. E na seca também: tem muita poeira. Agora vai melhorar muito”, pontua.

Fonte: Agência Brasília

Comentários

Agência Brasília
Agência Brasíliahttps://www.agenciabrasilia.df.gov.br
Agência de notícias do governo de Brasília.

- PUBLICIDADE -

Últimas

Newslleter

- PUBLICIDADE -