- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

InícioBrasilEBC celebra 15 anos

EBC celebra 15 anos

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) celebra 15 anos nesta segunda (24) e consolida a missão de levar conhecimento, informação e cultura para a população de todas as idades, dentro e fora do Brasil. A empresa comemora diversas conquistas através dos Veículos EBC, reconhecidos como fontes de informações confiáveis e de conteúdos de qualidade.

Criada em 2007 para fomentar a construção da cidadania, a empresa pública federal tem função estratégica na promoção da consciência crítica das pessoas. Ao estabelecer foco no cidadão, amplia o acesso a temas de interesse público que beneficiam todos os segmentos da sociedade brasileira.

Para isso, a EBC oferece atrações diversificadas com finalidade educativa, inclusiva, artística, cultural, informativa e científica nas pautas jornalísticas e na programação artística diária dos veículos de comunicação sob a sua gestão: TV Brasil, Agência Brasil, Radioagência Nacional, Rádios Nacional e Rádios MEC.

Todos os dias, em Brasília, no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Maranhão e em Tabatinga, onde estão localizadas a sede e as regionais da empresa, o corpo funcional atua integrado a fim de tornar a EBC cada vez mais relevante. O fruto desse empenho coletivo revela-se nos resultados positivos alcançados nos últimos anos.

Formada por mais de 1.800 pessoas com trajetórias e histórias que remontam às extintas Empresa Brasileira de Notícias (EBN) e Radiobrás, os profissionais da EBC são o seu maior diferencial. Da área meio à área fim, envolvidos nas mais variadas atividades, cada um desses trabalhadores garante qualidade administrativa, técnica, de produção e na transmissão de conteúdos.

Graças à excelência do corpo funcional, a EBC coleciona diversos prêmios e, a cada dia, obtém maior reconhecimento do público e da sociedade. Em 15 anos, o trabalho desenvolvido pelos profissionais da Casa coloca a EBC como uma das empresas de comunicação mais premiadas do país. São mais de 170 prêmios recebidos por diferentes e respeitadas instituições da sociedade. A galeria de troféus reúne prêmios de relevância nacional e internacional, como o Petrobras de Jornalismo, o da Unesco,o  Vladimir Herzog e o Sebrae, entre outros.

Clique aqui e confira a lista de prêmios da EBC

Além das premiações relativas a Jornalismo e à Comunicação – atividade finalística da organização –, a EBC tem sido destaque nas áreas de gestão e hoje figura entre as melhores empresas da administração federal. Segundo avaliação divulgada em dezembro de 2021 pelo Ministério da Economia, a EBC é Nível 1 na 5ª Certificação do Indicador de Governança IG-Sest. A certificação é sinônimo de selo de qualidade de gestão e excelência em governança corporativa. Conquistou o primeiro lugar na 7ª edição do Prêmio Chico Ribeiro sobre Contabilidade, Informação de Custos e Qualidade do Gasto no Setor Público 2017, na categoria Relato de Experiências de Implantação e Uso da Informação de Custos. O prêmio é um reconhecimento à metodologia inovadora de gestão pública desenvolvida e implantada na instituição. 

Atualmente à frente da EBC, o presidente Glen Valente destaca os valores institucionais da credibilidade, padrão de qualidade, respeito à cidadania, inovação e orientação para resultado em todo o planejamento e atividades realizadas na EBC. “Os efeitos podem ser constatados todos os dias, em números, em que os veículos da EBC alcançam cada vez mais pessoas por meio de mudanças na grade de programação, ampliação do alcance do nosso sinal, e por trabalho constante no aperfeiçoamento dos processos internos”, relata Valente.

Responsável por administrar a Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP), de TV e Rádio, com emissoras afiliadas em todas as regiões do país, a EBC consolidou e expandiu sua atuação pelo país com inúmeras novas adesões.

A empresa ainda presta serviços de comunicação governamental, a exemplo da produção do histórico programa de rádio A Voz do Brasil, retransmitido por todas as estações de rádio brasileiras. Outro serviço oferecido é o da Publicidade Legal, reconhecida no mercado pela credibilidade, pontualidade e segurança.

A EBC também conta com uma ouvidoria que tem o propósito de analisar a programação dos veículos sob sua gestão e os conteúdos ofertados em diversas plataformas, observando os princípios e objetivos dos serviços de radiodifusão pública.

encontro_redes_banner_gecom.png

Ampliação da Rede

O plano de expansão da EBC tem como objetivo chegar a cada capital brasileira com uma afiliada de rádio e TV até o final de 2023. Atualmente, a Rede Nacional de Comunicação Pública está presente com emissoras de rádio em 17 capitais e com canais de televisão em 25.

O diretor-geral da EBC, Roni Baksys, destaca que a RNCP é estratégica para a ampliação do alcance da TV e Rádio e para cumprir a missão da EBC. “A Rede Nacional de Comunicação Pública de TV e Rádio possibilita que os nossos veículos cheguem cada vez mais longe e alcancem cada vez mais brasileiros. A consolidação da TV Brasil no 5º lugar da audiência é resultado disso.”

Até o fim de 2022, a TV Brasil deverá ser transmitida com sinal de alta qualidade para mais 1.638 municípios brasileiros com até 50 mil habitantes, com o Digitaliza Brasil – iniciativa do governo federal. O programa do Ministério das Comunicações visa ampliar a transmissão do sinal digital de televisão para todo o território nacional.

A consolidação da rede da Rádio Nacional é uma das realizações que marcam os últimos anos. Além da tradicional frequência FM 96,1 MHz em Brasília, a emissora ganhou, em 2021, presença em quatro capitais brasileiras, na chamada faixa estendida.

A Nacional está em FM 87,1 MHz, no Rio de Janeiro, que se mantém ainda no AM, e na mesma sintonia em São Paulo e no Recife. A rádio também marca presença no dial FM 93,7 MHz em São Luís. Os conteúdos entram no ar em rede e a EBC pretende ampliar o alcance com a expansão para outras capitais.

Conhecida de norte a sul a rádio de música clássica do Brasil, a Rádio MEC é consagrada pelo público por sua vocação direcionada à música erudita. A vocação cresce pelo país com a chegada em Belo Horizonte, por meio da frequência 87,1 FM, no mês de julho.

tv_brasil_deve_chegar_a_todos_os_estados_brasileiros_em_2022_jose_cruz_agenciabrasil.jpg
Diretor-presidente da EBC, Glen Valente, durante o encontro da Rede Nacional de Comunicação Pública – Foto:José Cruz/Agência Brasil

Veículos da EBC: 15 anos de história

TV Brasil alcança e consolida quinto lugar de audiência

Desde dezembro de 2021, a TV Brasil se estabelece como a quinta emissora mais assistida do país. O canal público da EBC registra bons índices de audiência mês a mês com diversas novidades na programação como novelas e sessões de cinema com diversos filmes nacionais e estrangeiros.

As estreias contemplam ainda séries de documentários e atrações ambientais. Produções próprias, conteúdos desenvolvidos em parceria e obras internacionais também rendem positivamente. A TV Brasil Animada reúne desenhos e seriados que a garotada adora assistir em uma faixa exclusiva, dedicada às crianças, que é referência em qualidade.

“Este trabalho que acontece há tempos aqui na EBC, fruto de muita dedicação e profissionalismo de seus colaboradores (internos e externos), consolida-se no aniversário de 15 anos da maior empresa de comunicação pública do país, tendo em seus veículos o reconhecimento da sociedade”, declara o diretor de Conteúdo e Programação da EBC, Denilson Morales.

Para ele, os conteúdos produzidos pelos veículos EBC transcendem fronteiras. São relevantes no cotidiano dos brasileiros e brasileiras e cumprem a missão de difundir conteúdos que contribuem para a formação crítica das pessoas. “Como um dos dirigentes deste conglomerado, me sinto agradecido pela oportunidade de contribuir, com os demais diretores e equipes, para o sucesso da EBC nestes últimos anos. Enalteço também a concretização de um projeto brasileiro de ter uma empresa referenciada internacionalmente. Que venham muitos e muitos anos de conteúdos produzidos e distribuídos, de forma gratuita, aos brasileiros e brasileiras.”

Segundo dados da Kantar Ibope Media, a TV Brasil melhorou o posicionamento no mercado entre as TVs abertas e fechadas.  A emissora saltou da nona posição, em dezembro de 2020, para o quinto lugar, em dezembro de 2021. Com a modernização do parque tecnológico, o sinal foi 100% disponibilizado no Brasil via satélite.

 

 

Mais de 74 milhões de pessoas foram alcançadas com uma programação de qualidade, com jornalismo, atrações infantis, séries, filmes, teledramaturgias, musicais e entretenimento. Também fizeram parte da grade transmissões de grandes eventos esportivos, como as Paralimpíadas, a Série D do Brasileirão, Liga Nacional de Futsal e Liga Nacional de Basquete.

Investimento no telejornalismo

A EBC ampliou a faixa de programação da TV Brasil dedicada ao telejornalismo nos últimos anos com novas produções, o aumento da duração dessas atrações na telinha e a transmissão do conteúdo em tempo real pelas redes sociais da emissora.

Entre as diversas iniciativas, o canal lançou o novo formato do Repórter Nacional em parceria com a Rádio Nacional, reestreou o telejornal Repórter Brasil Tarde e também voltou a produzir noticiários locais de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. As mudanças significaram um aumento de mais de 300% do jornalismo na grade da emissora.

Outra ação relevante a respeito das atrações jornalísticas refere-se à tradução simultânea em Libras, a Língua Brasileira de Sinais, incorporada aos telejornais da TV Brasil em março de 2018. Os tradicionais programas esportivos Stadium, diário, de segunda a sexta, e No Mundo da Bola, dominical, também adotaram a prática.

Atualmente, a emissora apresenta uma série de telejornais ao vivo na programação diária, de segunda a sexta-feira, a partir das 7h30, com o Repórter Nacional. O jornalismo das Rádios EBC chega à tevê na produção que faz um giro de 30 minutos de informações com tudo o que o cidadão precisa saber para começar o dia bem informado. Em seguida, às 8h, entra no ar o Brasil em Dia, que tem 15 minutos.

No começo da tarde, ao meio-dia, o público fica bem informado com a agilidade dos jornalísticos locais Repórter DF, Repórter Rio e Repórter São Paulo, todos com 15 minutos no ar. Logo depois, às 12h15, a atração é o noticiário do Repórter Brasil Tarde, com 45 minutos de duração. Já no início da noite, às 19h, o Repórter Brasil faz um resumo das principais notícias do dia.

Um destaque marcante na história recente da EBC foi a inauguração do novo estúdio de vidro da TV Brasil em novembro de 2020. Com uma vista privilegiada de várias atrações da cidade do Rio de Janeiro como cenário, o espaço marcou a reestreia do telejornal Repórter Brasil Tarde na telinha da emissora pública.

O conteúdo jornalístico também cresceu no canal em 2022. Os noticiários da TV Brasil ganharam novos dias e horários com a programação lançada no mês de abril. Os destaques ficaram por conta do noticioso Resumo Brasil, e das edições de sábado que a emissora passou a exibir dos telejornais locais e do Repórter Brasil.

Com a cobertura dos principais acontecimentos do dia no país e no mundo, o Repórter Brasil entra no ar às 19h, com meia hora de duração. Mais cedo, ao meio-dia, os noticiários locais têm 15 minutos e apresentam dicas de trânsito, previsão do tempo, flashes ao vivo e prestação de serviços.

Obras de dramaturgia conquistam o público

A programação de novelas em cartaz na TV Brasil ganhou destaque nos últimos anos com o interesse da audiência pelo conteúdo de teledramaturgia apresentado pela emissora pública da EBC.

A superprodução nacional Os Dez Mandamentos marcou o início de uma nova fase de aquisições da emissora em abril de 2021 e registrou recordes de audiência. Com grande visibilidade nessa nova janela no horário nobre da grade da TV Brasil, a obra exibida originalmente em 2015 foi uma das atrações responsáveis pelo aumento da audiência do canal público gerido pela EBC.

Após o término das duas temporadas da trama que contou a saga de Moisés, a TV Brasil levou ao ar a reconhecida novela A Escrava Isaura em janeiro deste ano. A iniciativa busca promover conteúdos que contribuam para o desenvolvimento da consciência crítica das pessoas. O estímulo à dramaturgia nacional é um dos pilares da empresa que busca fortalecer o audiovisual do país.

 

 

Com a repercussão positiva das produções de teledramaturgia, a emissora da EBC lançou, em maio, o segundo horário de folhetins, mais cedo, às 18h, com a novela Os Imigrantes. A novidade reforça o empenho institucional da empresa em oferecer atrações nacionais de qualidade para o cidadão. Clássico do gênero, a história de época foi produzida e mostrada pela primeira vez em 1981.

A obra A Terra Prometida estreou em julho na TV Brasil. Com interesse crescente dos telespectadores em sua programação, a emissora consolidou a audiência com o título de 2016.

Expansão da TV Brasil em São Paulo

A TV Brasil inaugurou canal digital em São Paulo e as instalações de seus estúdios na capital financeira do país em 2008, um ano após a criação da EBC. Naquela oportunidade, a emissora passou a ser a primeira televisão pública a transmitir em tecnologia digital no estado.

O acesso à programação em alta definição de imagem e qualidade de som digital ficou ainda mais prático e rápido em São Paulo com a mudança da TV Brasil para o canal 1 em junho de 2020. A data escolhida para a implantação da novidade na metrópole remete, simbolicamente, ao caráter histórico da primeira transmissão de televisão no país, em São Paulo, 70 anos antes, em 1950.

Agência Brasil: prestação de serviço noticioso

Serviço de notícias da EBC, a Agência Brasil existe há mais de três décadas, desde 10 de maio de 1990. Com cerca de 50 matérias publicadas por dia, disponibiliza conteúdo jornalístico gratuitamente ao cidadão em sua página na internet.

A consistência das informações oferecidas à sociedade e a credibilidade que a marca transmite são diferenciais da Agência Brasil. O interesse público norteia o trabalho que exige da equipe um padrão de qualidade de excelência, com foco no cidadão e em valores como a precisão e a clareza nos dados.

As produções em crossmedia reúnem texto, vídeo e áudio. Atualizado com apresentação moderna e interativa, o site da Agência Brasil busca proporcionar uma leitura mais intuitiva e fomentar o consumo da notícia em diferentes formatos e plataformas por intermédio das redes sociais.

Confira alguns trabalhos de fotógrafos da Agência Brasil

O material pode ser utilizado livremente por qualquer veículo de comunicação, sem necessidade de autorização ou cadastramento prévio, desde que a Agência Brasil seja creditada como fonte de informação. Além de textos em português, fornece conteúdos em inglês e espanhol, serviço ampliado em novembro do ano passado.

A audiência da Agência Brasil conquista alcance cada vez maior. Só em 2021, por exemplo, o número de visitas ultrapassou a marca de 250 milhões. O material repercutiu com mais de 127 milhões de visitas diretas e quase 132 milhões em sites que replicaram os conteúdos no país e também no exterior. Já a Radioagência Nacional registrou 7,8 milhões de visualizações, 7,9 mil publicações e mais de 452 mil downloads de material.

De acordo com a diretora de Jornalismo da EBC, Sirlei Batista, nestes 15 anos, o Jornalismo da empresa se revigorou para, diariamente, oferecer opções para bem informar os cidadãos. A Agência Brasil, a Rádio Nacional e a TV Brasil são pautadas pela credibilidade, ética e imparcialidade, cumprindo a missão da comunicação pública. “Os conteúdos das reportagens focam no interesse coletivo, com diversidade de temas e serviços ao público. Textos com uma linguagem clara e direta para, assim, ser acessível a todos. A EBC é, certamente, um instrumento de fortalecimento da cidadania.”, completa Sirlei.

Boa parte das pautas está relacionada à prestação de serviço, um dos assuntos mais acessados junto com as reportagens de economia. O interesse despertado no leitor confirma a demanda por conteúdos factuais, notícias críveis e acompanhamento de novidades que influenciam no cotidiano do brasileiro.

Rádios

Com a instalação de novos transmissores em 2021 e a inauguração da banda estendida, o sinal FM das Rádios EBC está presente em 16 capitais brasileiras, alcançando 42,9 milhões de ouvintes. No ano em que a Rede Nacional de Rádio completou cinco anos de site, os acessos ultrapassaram a marca de 10 milhões e os downloads de conteúdo somaram cerca de 3 milhões.

 

Fonte de informação confiável e entretenimento que promove a diversidade regional, a Rádio Nacional da Amazônia tem uma relação afetiva para a população em seus 45 anos no ar. Inaugurada em 1 de setembro de 1977, a emissora contribui para o acesso à informação nas áreas rurais, ribeirinhas e fronteiriças, municípios do país em que outros veículos de comunicação não chegam. Essa conexão estimulada na interação diária com os ouvintes consolidou a Nacional como referência para um potencial público de mais de 60 milhões de pessoas.

No mundo digital, a programação está no aplicativo Rádios EBC. A Nacional transmite sinal em ondas curtas para a Amazônia, mas também cobre grande parcela do território nacional. Além da Região Norte, alcança estados do Nordeste e Centro-Oeste. O dial pode ser sintonizado em OC 11.780KHz e 6.180KHz.

Uma das produções mais longevas é o programa Viva Maria, pioneiro na defesa dos direitos das mulheres. Desde a sua estreia nas ondas da Nacional, é produzido e apresentado pela jornalista Mara Régia Di Perna. Em 2021, a atração completou 40 anos como referência no rádio brasileiro graças ao seu ineditismo e capacidade de mobilização.

Pioneirismo do programa A Voz do Brasil

No ar durante a vigência das cinco últimas constituições brasileiras, o programa A Voz do Brasil é o noticiário de rádio mais antigo do Hemisfério Sul e o segundo do mundo. Em setembro, a histórica produção completou 87 anos de transmissões.

A Voz do Brasil divulga políticas públicas, decisões políticas, prestação de contas e dados públicos relacionados à sociedade e seu dia a dia. O programa tem veiculação obrigatória em todas as emissoras de radiodifusão brasileiras, entre 19h e 22h do horário de Brasília.

Um total de 25 minutos do programa são dedicados ao poder Executivo e produzidos pela EBC. Os outros 35 estão sob a responsabilidade dos poderes Legislativo e Judiciário mas, apesar da produção própria das Casas, são transmitidos pela EBC. São 5 minutos para o Judiciário, 10 para o Senado e 20 para a Câmara. Uma vez por semana também são transmitidas notícias sobre as ações do Tribunal de Contas da União (TCU), em 1 minuto.

Desde 2017, por sua vez, com a evolução dos meios de comunicação, A Voz do Brasil pode ser acompanhada, ao vivo, também pela internet. O material radiofônico está disponível, gratuitamente, no site da Rede Nacional de Rádio, para emissoras de todo o Brasil e países vizinhos.

apresentadoras_a_voz_do_brasil_2_foto_walter_campanato_-_agencia_brasil.jpg

Gabriela Mendes e Mariana Jungmann apresentam A Voz do BrasilFoto Walter Campanato/Agência Brasil

Em agosto deste ano, o programa deu início a mais um período histórico. Pela primeira vez, em 87 anos, os primeiros 25 minutos do programa dedicados ao Poder Executivo Federal são apresentados oficialmente por duas mulheres. Direto dos estúdios da EBC, em Brasília, as jornalistas Gabriela Mendes e Mariana Jungmann assumiram a bancada como apresentadoras titulares daquele que é considerado um dos noticiários mais antigos do mundo.

Modernização

Conectada às evoluções tecnológicas e com foco no público, a EBC desenvolveu a reestruturação da Plataforma Web dos veículos em etapas que consideravam, ainda, a identidade de marca da empresa lançada em 2019.

Em setembro de 2020, a empresa lançou um novo Portal Institucional que reúne conteúdos de caráter organizacional da EBC e de seus veículos. O site atende às determinações dos órgãos de controle no cumprimento da transparência ativa em termos de Lei de Acesso à Informação e Governança Corporativa.

De acordo com o diretor de Operações, Tecnologia e Engenharia da EBC, Pedro Boszczovski, ao longo dos últimos anos, a EBC também tem realizado pesados investimentos visando obter ganhos de qualidade da entrega do sinal de TV e rádio. “Em 2021, teve início o processo de ampliação do sinal de TV na cidade de São Paulo, com a instalação de reforçadores de sinal de TV. Em 2022, encontra-se em andamento esforços no mesmo sentido, na cidade do Rio de Janeiro. Em paralelo, houve aquisição de novos transmissores de rádio e TV, a fim de garantir, não só a qualidade do sinal, como também o cumprimento do plano de contingência, em caso de falha de equipamento”, explica Boszczovski.

tv_brasil_foto_-_marcello_casal_jr_-_agencia_brasil.jpg

Transparência e governança

Pelo terceiro ano consecutivo, a EBC alcançou o primeiro lugar no ranking de Desempenho na Qualidade da Informação de Custos, elaborado pela Secretaria do Tesouro Nacional, na categoria ‘Empresas Estatais Dependentes. A empresa também foi a mais bem posicionada no ranking de transparência divulgado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no final de 2021 em auditoria a partir de informações nos portais de 56 empresas públicas.

O diretor de Administração, Finança e Pessoas, Márcio Kazuaki, conta que a aferição precisa dos custos, qualificação dos gastos, transparência das informações, consistência na gestão e governança corporativa, possibilitaram à EBC a tomadas de decisões estratégicas, que impactaram positivamente os resultados alcançados pela empresa. “O reconhecimento de várias instituições do governo federal acerca dos resultados pela EBC demonstra nosso papel de referência em gestão pública, e, para a sociedade, como empresa pública confiável, que cumpre a missão para a qual foi criada.”

Em dezembro de 2021, a EBC obteve o reconhecimento nível 1 na Certificação do Indicador de Governança IG-Sest, segundo o Ministério da Economia. O instrumento verifica o cumprimento de dispositivos legais, infralegais e de boas práticas de governança corporativa nas empresas estatais federais. A empresa foi classificada com um dos níveis mais altos da análise.

Momentos relevantes de 2022

Neste ano, a Empresa Brasil de Comunicação celebrou o centenário da primeira transmissão radiofônica oficial no Brasil em um grande evento no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, no dia 7 de setembro. Promovido pelas Rádios MEC e Nacional, o concerto festivo contou com as participações da Orquestra do Theatro Municipal e da Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense. A iniciativa marcou, ainda, o lançamento do selo comemorativo dos Correios para os 100 anos de Rádio no Brasil.

Para promover a data histórica, a Rádio MEC e a Rádio Nacional se uniram na organização de um evento musical integrado, o Festival de Música 100 anos de Rádio no Brasil, para valorizar a produção de artistas nacionais e revelar obras musicais inéditas.

Com foco na prestação de serviços à sociedade e no interesse do cidadão, os veículos da EBC realizaram, em outubro, ampla cobertura jornalística das Eleições 2022. TV Brasil, Agência Brasil e Rádios noticiaram diariamente os principais fatos relativos ao pleito deste ano e veicularam reportagens temáticas marcadas pela credibilidade, equilíbrio e isenção, com destaque para a cobertura especial ao vivo nos dias de votação.

Visão de futuro

2022 é um ano histórico para o Brasil e para a comunicação. O país comemora o Bicentenário da Independência e o centenário da primeira transmissão de rádio. A EBC acompanha e é protagonista neste movimento. A empresa vem inovando nas áreas de aquisição, produção, distribuição e comunicação. Com estreias e novidades na programação das emissoras de televisão e rádio, o resultado aparece em números.

 

Além da inserção no contexto da comunicação tradicional, por meio de seus veículos como rádios, televisão e agência de notícias, a EBC apresenta uma estrutura digital composta por plataformas que entregam os conteúdos de forma diferenciada como portais, sites, aplicativos e redes sociais.

Com linguagem adaptada a esses espaços digitais, as ações contemplaram, ainda, ampliação de transmissões no YouTube, ingresso em redes como Instagram e TikTok, e lançamento de novos perfis no Spotify.

Segundo o presidente da EBC, o alinhamento entre os planos de negócio e operacionais da empresa tem sido fundamental para integração de suas áreas e objetivos. “Procuramos atuar e pensar estratégias de forma a trabalharmos de forma mais eficiente e sempre procurando oportunidades de melhoria, além da relevância para os brasileiros”, finaliza Glen Valente.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
A Agência Brasil é uma agência pública de notícias criada em 1990. Mantém o foco em temas de impacto no cenário nacional, em áreas como política, economia, cidadania, pesquisa, inovação e cultura.

- PUBLICIDADE -

Últimas

Newslleter

- PUBLICIDADE -